País

Dor e lágrimas: Família de Mónica Silva recebe noticia

Os cidadãos da zona da Murtosa e arredorese participaram numa marcha com balões brancos e t-shirts brancas com a foto da desaparecida, Mónica Silva, além de cartolinas com uma única frase: “Família Valente queremos o corpo de Mónica Silva”,

No local estiveram sempre militares da GNR a monitorizar à distância as movimentações populares durante a marcha.

O principal suspeito e único preso preventivo sobre este caso do desaparecimento é o empresário Fernando Valente, de 38 anos, divorciado, também residente na Murtosa, que mantinha uma relação com a vítima.

As pessoas em solidariedade com a família de Mónica Silva estão a dirigir-se para uma loja de flores, “Rosita”, propriedade de Rosa Valente, mãe do principal suspeito, preso preventivamente no Estabelecimento Prisional Regional de Aveiro.

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo